Apresentações que não dão sono: como fazê-las?

Durante os meus anos como aluno do ensino médio e de graduação, me deparei com boas aulas e com aulas cansativas. Ao lembrar os motivos pelos quais essas aulas ruins ficaram gravadas no meu inconsciente, notei que quase todas tinham uma característica em comum: slides tenebrosos e soníferos.

Por isso, ao receber o convite da Manu Cunhas, amiga dos tempos da faculdade, hoje professora no Curso de Design da UDESC, não pensei duas vezes em aceitar o desafio de mostrar para seus alunos que é possível um mundo sem PPT enfadonhos.

“A plateia ou lerá seus slides, ou o ouvirá. Ela não fará ambos. Portanto, pergunte-se: é mais importante que ela ouça ou será mais eficiente se ela ler?”

(Slide:ology por Nancy Duarte)

Links citados na apresentação:

[Slide 3] TEDx: The Golden Circle.
[Slide 4] A jornada do herói em podcast.
[Slide 5] 10/20/30 – Artigo online escrito pelo Guy Kawasaki.
– Alternativa ao SlideShare: Speaker Deck.

Grande abraço, pessoal!

Ítalo Mendonça